Zoom Workplace Serviços financeiros Trabalho híbrido Insights e tendências Formação de opinião

O chefe de TI da The Motley Fool compartilha insights para alcançar o sucesso em um mundo híbrido

4 minutos de leitura

Atualizada em June 17, 2024

Publicado em February 21, 2023

O chefe de TI da The Motley Fool compartilha insights para alcançar o sucesso em um mundo híbrido
Austin Eanes
Austin Eanes
Head of customer success, mass market

Com tantos canais diferentes para a comunicação, diferentes necessidades comerciais e a distância física como barreira, qual é o melhor jeito de apoiar uma força de trabalho híbrida?

Durante o nosso webinar Ouça de um Colega, nós sentamos com Lawrence Morrison, chefe de TI no The Motley Fool, uma organização dedicada a ajudar o mundo a se tornar mais inteligente, feliz e rico através de ótimos conselhos de investimento. Ele compartilhou como suas equipes conseguiram desenvolver uma cultura de trabalho híbrida que é robusta e bem sucedida. Estes são alguns dos principais insights da nossa conversa. 

Como suas necessidades de colaboração e comunicação evoluíram na última década?

No começo, era como o velho oeste. Naqueles tempos, tínhamos uma cultura de estar dentro do escritório, com um escritório de plano aberto – sem salas, até mesmo para o CEO – e muitas salas de conferências para reuniões. 

As pessoas usavam qualquer tecnologia que fosse mais fácil para elas, ou o que a equipe do outro lado da chamada estava acostumada. Por isso, tivemos muitas opções diferentes de conexão, estávamos tentando fazer um compartilhamento de tela entre quatro ou cinco tecnologias diferentes com dongles para conectar e era uma grande dor de cabeça. Com a presença global que temos, estava claro que não seria possível redimensionar o que estávamos usando. 

Precisávamos de algo simples e consistente. Foi quando encontramos o Zoom no mercado. Experimentamos e adoramos. 

Como seus funcionários estão abraçando a cultura remota hoje em dia?

Nós nos comprometemos a oferecer a opção para nossos funcionários para poderem escolher ficarem completamente remotos, sem precisar vir ao escritório. A maioria dos funcionários escolheu isso. Ficamos surpresas que isso não nos atrasou em nada, em termos de produtividade. Mas foi um desafio garantir que estávamos mantendo a parte central da nossa cultura que torna a The Motley Fool um lugar tão recompensador de se trabalhar.

Nossa Equipe de experiência de pessoas está focada em garantir que os Fools estão criando conexões fora do seu dia-a-dia no trabalho. Parte disso é ter escapes sociais e oportunidades de aprender, tanto profissionalmente quando pessoalmente. Nós oferecemos dezenas de aulas, como jardinagem, beatboxing, bartending, escuta ativa e sushi.  Nós também realizamos eventos como doces ou travessuras virtual no Halloween, trívia de bar, escape rooms, meditação e mais. 

Como resultado, mais de 70% dos nossos funcionários participaram de pelo menos um evento “extracurricular” no último ano. Nós descobrimos que quando se cria uma conexão com outra pessoa, mesmo se tiver em uma aula de degustação de água (sim, é sério), as chances de confiar e colaborar com sucesso aumentam muito. 

Como vocês estão usando o Zoom para apoiar a diversidade, equidade e inclusão?
Um dos nossos princípios orientadores é testar, aprender e repetir. Nossa Equipe de experiência de pessoas tem abusado da criatividade para oferecer uma variedade de experiências remotas que só existem por causa do Zoom. Sabemos que nem todo Fool tem o mesmo interesse, então é importante experimentar coisas novas. 

Sabemos que equipes diversas resultam em equipes mais fortes e melhores em tomar decisões. Temos ERGs (grupos de recurso para funcionários) definidos para fornecer oportunidades para que Fools com interesses em comum compartilhem momentos culturais e desenvolvam habilidades profissionais em conjunto, tudo disponível para todos através do Zoom. 

Quais são as melhores práticas ou dicas que você gostaria de compartilhar com seus colegas? 

Nos mantermos flexíveis é a chave, pois o que achamos que sabemos hoje pode mudar amanhã. E vai mudar. Não fique preso em uma única estratégia. Por exemplo, nós colocamos todas as diversas partes técnicas que precisávamos no lugar para apoiar uma volta ao escritório após a COVID, e foi aí que descobrimos que não estávamos tendo o comparecimento que esperávamos. [So we gave] escolha dos funcionários, flexibilidade e confiança. 

Existe uma ideia errada de que as pessoas serão menos produtivas se não estiverem no escritório. Eu acho que é o oposto. Portanto, acredite que seu pessoal conseguirá realizar o trabalho. 

Se um colega ou parceiro do setor com necessidades similar estiver avaliando o Zoom, o que você diria a ele?

Eu realmente gosto de usar o Zoom, é muito intuitivo. É muito flexível. Se você for usar o Zoom, eu realmente recomendo usá-lo na empresa toda, assim como fizemos. 

Eu também recomendaria aumentar a comunicação na preparação da troca. Nós preparamos muitos materiais, assim como perguntas frequentes e melhores práticas que usamos para ajudar nossos funcionários. Tínhamos uma pequena imagem no plano de fundo das nossas telas de conferência que perguntava se os participantes gostariam de compartilhar a tela. Também fornecemos um link na parte inferior que direcionava usuários ao nosso repositório de documentações que criamos especificamente para ajudar todos a aprender a usar o produto.

Para saber mais sobre como a The Motley Fool está usando o Zoom para empoderar sua força de trabalho híbrida e reforçar sua cultura, veja nossa história do cliente

Nossos clientes nos amam

Okta
Nasdaq
Rakuten
Logitech
Western Union
Autodesk
Dropbox
Okta
Nasdaq
Rakuten
Logitech
Western Union
Autodesk
Dropbox

Zoom - Um lugar para conexões